You dont have javascript enabled! Please download Google Chrome!

Studio Sports

Seja bem-vinda maturidade – Remo 1×2 Internacional (Copa do Brasil – Segunda Fase)

Na noite de quarta-feira (21), o Internacional reencontrou o Remo, pela Copa do Brasil, no Mangueirão, após quatro anos. Na oportunidade, em 2014, a equipe gaúcha do então técnico Abel Braga, goleou a equipe paraense por 6 a 1.

Em um jogo com boas movimentações, o Inter impôs sua maior qualidade técnica, criou várias oportunidades de gol e demonstrou maturidade ao virar o placar, vencendo o Remo por 2 a 1, pela Segunda Fase da competição, apesar da evidente queda física da equipe no segundo tempo, devido a longa e cansativa viagem.

Aos poucos Odair vai solidificando sua metodologia de trabalho e entrosando o time. O teste foi válido, pois os jogadores mostraram tranquilidade ao sair atrás do placar e reverter o resultado. Além de passar confiança para o time, a reversão do placar demostrou uma maturidade pouco vista em 2017.

Claro que os testes até aqui não foram os mais exigentes, mas demonstraram que as idéias da comissão técnica estão no caminho certo e o time está encorpando. Devemos também ressaltar que em jogos contra as equipes denominadas como “grandes”, o Inter não pode perder tantos gols como acabou perdendo contra a equipe paraense.

Cabe ao técnico Odair Hellmann continuar passando confiança ao time e os dirigentes observarem bem as carências do elenco, para que pontualmente tragam reforços que venham para agregar qualidade à nível de competividade do Inter.

Após Damião dar fim ao jejum de gols que já se arrastava desde 6 de novembro do ano passado, o Internacional se classificou para a terceira fase da Copa do Brasil, onde enfrentará o Cianorte, que eliminou o Criciúma em SC. Os jogos serão no dias 28 de fevereiro e 14 de março, com a equipe gaúcha jogando a primeira partida em casa.

NOTAS:

Marcelo Lomba – Pouco exigido – 6

Dudu – Bem no ataque, instável na recomposição – 5

Klaus – Um pouco instável, mas matém um nível bom de atuação – 6

Cuesta – Demonstrou firmeza e liderança – 7

Iago – Manteve a regularidade e naturalidade – 7

Rodrigo Dourado – Falhou na cobertura do gol do Remo – 5

Edeniílson – Bem participativo e fez um gol – 8

D’Alessandro – Dita o ritmo do jogo colorado – 7

Patrick – Parceiro de qualidade e agregamento de jogo que D’Alessandro precisava há tempos – 7

Nico López – Pouco eficaz e teve uma expulsão infantil – 4

Damião – Boa movimentação e fez um gol – 8

Gabriel Dias: Manteve a pegada no meio-campo – 6

Uendel – Manteve a qualidade na lateral-esquerda – 7

Juan Alano – sem nota

Odair Hellmann – Demorou para substituir, mas sua estratégia foi bem sucedida – 7

Rodrigo Costa

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Agenda | Próximos Eventos

  1. Veloterra | Nova Prata

    30 setembro | 08:00 - 17:00
  2. Projota | SOAL

    3 novembro | 23:30

WhatsApp


error: Este conteúdo é protegido