Notícias

16.513 visitas de rotina foram efetuadas para o combate a dengue em Veranópolis

Original Title: Aa_FC3_58a.jpg

A Secretaria de Saúde de Veranópolis, através do setor específico de Combate a Dengue, informa sobre a importância do combate permanente ao Mosquito Aedes aegypti, transmissor das doenças dengue, zika e chikungunya. E apresenta os números do trabalho realizado em 2017.

Foram realizadas 16.513 visitas de rotina, pelos 06 agentes que compõem a equipe, totalizando um percentual de 324.90% de visitas, o que significa que cada casa do município, recebeu uma média de 3 visitas de agentes no ano, segundo o portal BI. Saúde da Secretaria de Saúde – RS.

No mês de setembro de 2017, a Secretaria Municipal efetivou a reativação do laboratório municipal de identificação de vetores, o que agiliza na identificação das larvas. E no período de setembro a dezembro de 2017 foram coletadas 66 amostras de larvas, sendo que duas delas eram de Aedes aegypti (mosquito transmissor da dengue), mais duas amostras de Aedes albopictus (mosquito que transmite doenças em algumas regiões do mundo e necessita ser monitorado pela proximidade com o Aedes aegypti) e as outras 62 amostras eram de mosquitos comuns.

Vale destacar que o setor de combate realiza visitas quinzenais que acontecem em pontos distintos do município, que na avaliação da equipe necessitam de monitoramento constante, como cemitério, borracharias, floriculturas, oficinas mecânicas, depósitos a céu aberto, ferros velhos, entre outros locais propensores a apresentarem água parada. Desses locais foram realizadas 194 vistorias com duas coletas de larvas, sendo uma amostra de Aedes albopictus e a outra amostra de mosquito comum.

Quando a população realiza denúncias de pontos que podem ser possíveis criadouros do mosquito, a vistoria a esse local recebe o nome de Pesquisa Vetorial Especial. Desse trabalho resultaram em 16 visitas, com 11 coletas de larvas, sendo uma amostra de Aedes aegypti, uma amostra de Aedes albopictus e as outras 10 amostras de mosquitos comuns. Sendo que em uma amostra de larvas, havia mosquitos comuns e Aedes aegypti juntos.
Além disso, a equipe realizou ações de conscientização em escolas, com palestras, rodas de conversa, atividades lúdicas e a visita da fantasia do “mosquito da dengue”, onde sete escolas veranenses, correspondendo a cerca de 300 alunos foram mobilizados no enfrentamento ao Aedes aegypti no final do mês de outubro.

A Secretaria da Saúde ressalta que, apesar de os números parecerem baixos, a situação no município ainda é alarmante uma vez que, novos focos com a presença do mosquito transmissor da dengue são encontrados e novas situações de risco iminentes surgem a cada dia. Portanto vale ressaltar que a prevenção é a melhor forma de combate e eliminar os pontos de água parada é a melhor forma de combater a proliferação do mosquito.

Informações da Prefeitura de Veranópolis.

A Rádio Studio não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Agenda | Próximos Eventos

  1. Somos todos São Luiz | SOAL

    23 junho | 23:30 - 24 junho | 05:00
  2. Mundo Rock Festival | SOAL

    14 julho | 23:30 - 15 julho | 05:00

WhatsApp

error: Este conteúdo é protegido